quinta-feira, outubro 05, 2006

EM RIDING



Viver numa realidade de palavras,


com a consciência de que, a cada passo, falha,

no entanto atenta ao que cada instante desperta,

É a ambição da poesia quando trava

com o artifício mortal da absorção — escrava

do som que a persegue como um alerta —

Entre letra e mente uma batalha.




(De Nômada, 2006)

2 comentários:

KuruPicho disse...

Ya hemos linkeado su blog.
Salutes, desde Paraguay

Estúdio Realidade disse...

gracias!