terça-feira, outubro 14, 2008


Paul Cézanne



"A Nova Física nos diz que um observador não pode observar sem alterar o que ele vê. O que é observado e quem observa estão interrelacionados num sentido real e fundamental [...] Há um crescente corpus de evidência de que a distinção entre "aqui dentro" e o "lá fora" é uma ilusão [...] O acesso ao mundo físico se dá através da experiência. O denominador comum de toda experiência é que o "eu'" provoca a experiência. Resumindo, o que nós percebemos não é a realidade externa, mas nossa interação com ela".

GARY ZUKAV
The Dancers Wuli Masters: An Overview of the New Physics (New York: William Morrow and Co., 1979)

2 comentários:

Cássio Amaral disse...

BASHÔ SUPRASURREAL

flores piscam raios de setembro

vermelho diz a direção

quando a tela é o sol nascente.

Cássio Amaral.

----------------------------------

Interessante essa observação aqui, a Física explica muita coisa ,muita. Até QUE O TUDO É NADA E NADA É O TUDO. O LANCE DO ZERAR A MENTE, O LANCE QUE ATÉ COMUNGA COM O BUDISMO, O ZEN.

Braços.

Rafael C. disse...

exato; como nos será impossível observar certas matérias, as quais estão fora do alcance de nossos sentidos.