quarta-feira, março 23, 2011

De Visibilia (poema de rodrigo garcia lopes)




Seu corpo é uma praia deserta
onde uma música desperta
numa onda esperta e a deserda:
espumas a ferem como pétalas.

Desterra, em tradução infinita,
pérolas na orla do olhar, ilha
que ainda está por ser escrita. 






Florianópolis, 1996
Rodrigo Garcia Lopes (em Visibilia, Seteletras, 1996)

Um comentário:

Rafael C. disse...

Rodrigo,
por favor,
você sabe me indicar um poeta colombiano e um venezuelano?